BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
23/11/2019
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Secretaria do Meio Ambiente projeta retomar programa de educação ambiental com maior colaboração e cooperação

Reforçando o compromisso com a educação ambiental, a Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) vai lançar em 2020 o Programa de Educação Ambiental Colaborativo (PEAC). O foco é o desenvolvimento de atividades de formação e educação, ampliando a gestão socioambiental no Estado.

A proposta do PEAC é promover a formação de multiplicadores socioambientais, estimular a cultura da prevenção e orientar a execução de projetos que priorizem a proteção do meio ambiente. Além disso, o programa pretende implementar ações que incentivem mudanças comportamentais e o desenvolvimento sustentável, contribuindo de forma efetiva para a melhoria da qualidade de vida da sociedade.

A primeira reunião do projeto aconteceu na quarta-feira (20/11), conduzida pela coordenadora da Assessoria de Educação Ambiental da Sema, Lilian Zenker. O encontro contou com a participação do Secretário da Sema, Artur Lemos Júnior, do diretor-geral da Sema, Marcelo Spilki, do coordenador do Conselho do Meio Ambiente da Fiergs (Codema), Walter Lidio Nunes, e do advogado e conselheiro em Sustentabilidade do Codema, Marcino Fernandes.

Na oportunidade foram apresentadas as justificativas, benefícios, eixos temáticos e os objetivos que irão nortear o programa, além da estrutura necessária para que o PEAC possa ser colocado em prática. Uma das alternativas é a criação de parcerias com instituições públicas e privadas.

Este projeto será uma nova modelagem do antigo Programa de Educação Ambiental Compartilhado, que teve duas fases de atuação, entre 2004 e 2006 e entre 2008 e 2010.

Entre os benefícios previstos para o Estado com a implementação da nova fase do programa estão o aumento da cooperação entre as instituições parceiras, promoção da transversalidade, envolvimento da sociedade, geração de trabalho e renda e melhoria da qualidade ambiental.

Texto: Xaene Pereira
Edição: Vanessa Trindade

Fonte: Sema-RS

 
Voltar