BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
03/09/2019
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Museu em Rio Claro mostra a versatilidade do eucalipto e é o único na América Latina

Um museu dentro da Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade em Rio Claro (SP) se destaca pela beleza das árvores com mais de 200 espécies e 74 eucaliptos que chegam a 100 metros de altura. O local é o único na América Latina que mostra a versatilidade e história da árvore.

O chão, o teto e os lustres são feitos de eucalipto. O museu foi criado em 1916 pelo agrônomo Edmundo Navarro de Andrade que estudou a árvore típica da Austrália e trouxe algumas espécies de eucalipto para Rio Claro.

Criação do museu

De acordo com o biólogo e monitor do museu Erick Rodrigues, no século XX o estado vivia uma expansão da malha ferroviária e era preciso matéria-prima para fazer a estrutura para os trilhos.

“O Edmundo foi contratado pela companhia e foi lá na Austrália onde ele encontrou o eucalipto e trouxe 144 espécies aqui para o estado de São Paulo para fazer as pesquisas dele. Daí ele foi fazendo as pesquisas e criou o museu do eucalipto para poder divulgar as pesquisas”, disse Rodrigues.

Andrade também descobriu que com a celulose do eucalipto era possível fazer papel e levou alguns troncos de Rio Claro para os Estados Unidos onde foi impresso o primeiro jornal norte-americano em 1925.

Versatilidade

Durante a visita ao museu, o visitante encara experiências nostálgicas ao sentir o cheiro de diversas essências do eucalipto, que mudam de acordo com a espécie da árvore. Algumas com cheiro mais forte, outras nem tanto.

Mas além do cheiro marcante, a maioria delas possuem propriedades medicinais e são utilizadas também em produtos de higiene e limpeza, como sabonete e pasta de dente, e podem servir para a produção de utensílios domésticos de madeira.

“Algumas [espécies do eucalipto] são usadas como base para fazer xaropes ou algum outro medicamento, principalmente, nessa época que a gente fica gripado, fica a sensação de entupimento todo./ a gente usa então esses produtos e se sente mais aliviado”, disse a monitora ambiental Miriam Márcia Máximo.

De acordo com o biólogo, o museu permite aos visitantes descobrirem que uma planta pode ser usada para várias coisas e assim perceberam a versatilidade do eucalipto.

Espécies

No museu também é possível conhecer as mais de 300 espécies de animais que podem ser encontrados em florestas de eucalipto, entre eles, onças e macacos.

“Já na época da implantação das florestas de eucaliptos, muito se falava do eucalipto ser inimigo da biodiversidade, então esse espaço veio um pouco para se desmistificar isso. Eles recolhiam os animais da região que frequentavam as florestas de eucalipto e criaram esse espaço para provar isso. [Tem] muita fauna, tem muita biodiversidade”, afirmou o gestor da Floresta Estadual Rodrigo Campanha.

E em apenas uma visita, várias descobertas. “Esse museu aqui, além de ter sido um dos primeiros temáticos do estado de São Paulo, ele também é o único museu dedicado ao eucalipto na América Latina como um todo. Então é só aqui na cidade de Rio Claro que o visitante tem a oportunidade de conhecer um lugar como esse”, disse o biólogo.

Os interessados em visitar o Museu devem agendar a visita pelo número (19) 3525-7036. As visitas são realizadas de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e aos domingos das 14h às 17h.

Fonte: EPTV/G1

 
Voltar