BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
30/08/2017
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Fibria reduz o consumo de água no viveiro de mudas em Capão Bonito (SP)

Fotografia da unidade da Fibria em Capão Bonito-SP.

A Fibria, empresa brasileira líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, busca constantemente otimizar o uso dos recursos naturais. Com a gestão responsável dos recursos hídricos e duas melhorias aplicadas à operação, a empresa alcançará uma economia de 5% no volume da água utilizada no viveiro de mudas de eucalipto em Capão Bonito (SP), ao ano. Isso significa a economia, de aproximadamente, 6 mil metros cúbicos de água, para a produção de 15 milhões de mudas de eucalipto ao ano.

O segredo dessa economia está primeiramente no tamanho da gota d’água aplicada sobre as mudas de eucalipto. “Descobrimos que, com uma gota maior, ela é mais pesada e chega mais facilmente até a base, evitando a dispersão pelo vento e o acúmulo nas folhas”, diz Flávio Ricardo Tedesco, supervisor de Operações Florestais da Fibria.

Outro reforço desta estratégia foi a construção de um reservatório para captar a água das chuvas. O volume armazenado é equivalente a um pouco mais da metade de uma piscina olímpica. Com essa quantidade, será possível irrigar o viveiro por cerca de 50 dias ao ano, apenas com a água das chuvas.

“Chegamos a esta constatação após a análise dos dados dos últimos três anos, referentes ao volume de chuva gerado aqui na região. Com a recente escassez de água, resultante de condições climáticas, acreditamos neste caminho para garantir o uso racional dos recursos hídricos”, diz Flávio Ricardo Tedesco.

Saiba mais

Está disponível para consulta, no site da Fibria, o Relatório 2016 (http://www.fibria.com.br/r2016/pt/). Nele, é possível acessar informações sobre como a empresa realiza a gestão dos recursos hídricos em suas operações, bem como outros assuntos relevantes.

 
Voltar