BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
01/08/2018
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Empresas do setor de florestas plantadas investiram mais de R$ 6 bilhões em 2017

A Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) lança o Sumário Executivo 2018, em que apresenta indicadores econômicos, sociais e ambientais do setor brasileiro de árvores plantadas para fins industriais, referente ao ano de 2017; e que coloca o setor como referência mundial e uma das grandes forças da economia brasileira.

De acordo com os levantamentos estatísticos realizados por Ibá e Pöyry, e com apoio das empresas associadas à Ibá, os investimentos no setor chegaram a R$ 6,7 bilhões, divididos em R$ 3,2 bilhões nas florestas e R$ 3,5 bilhões na indústria. Foram ainda aplicados mais R$ 497 milhões em programa socioambientais, que beneficiaram 1,2 milhão de pessoas. A indústria de árvores plantadas foi responsável por cerca de 3,7 milhões de empregos diretos, indiretos e resultantes do efeito renda.

A área total de árvores plantadas no Brasil alcançou 7,84 milhões de hectares em 2017, além de conservar e preservar outros 5,6 milhões de hectares de áreas naturais nas formas de Áreas de Preservação Permanente (APPs), áreas de Reserva Legal (RL) e áreas de Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPNs). As áreas certificadas por programas internacionais, reconhecidas ferramentas para a gestão florestal ambientalmente responsável, socialmente adequada e economicamente viável, somam 5,8 milhões de hectares.

Em um período marcado por adversidades e um cenário político-econômico conturbado, o Produto Interno Bruto (PIB) do setor somou R$ 73,8 bilhões, representando 1,1% do PIB Nacional e 6,1% do Industrial. A balança comercial do setor alcançou números inéditos com superavit de US$ 9 bilhões (+14,6%).

A celulose brasileira bateu recorde, em 2017, com 19,5 milhões de toneladas produzidas, sendo 67% para exportação. Com isso, o Brasil garantiu a 2ª posição no ranking de maiores produtores mundiais de celulose, a frente de Canadá e a China.

Com relação à produção de papel, foram 10,5 milhões de toneladas fabricadas, sendo 100% de floresta plantada. O Brasil continua entre os dez principais produtores mundiais de painéis de madeira, somando um total de 7,9 milhões de m³ de painéis. O setor de pisos de madeira somou 11,9 milhões de m³ produzidos. Já a participação do segmento na produção de carvão vegetal somou 4,5 milhões de toneladas, consolidando o Brasil como líder mundial na produção de aço a partir do carvão vegetal, o chamado aço verde.

Confira estes e outros índices do setor no Sumário Ibá 2018, disponível para download aqui.

 
Voltar