BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
07/11/2019
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
CMPC celebra 10 anos de atuação no RS

O governador Eduardo Leite participou na noite desta quarta-feira (6/11) da solenidade comemorativa aos 100 anos de história da CMPC no mundo e 10 anos de atuação no Brasil, por meio da unidade industrial de Guaíba, no Rio Grande do Sul. O evento, no Instituto Ling, reuniu autoridades políticas, lideranças empresariais e de entidades de classe, e contou com a presença dos principais líderes chilenos da companhia.

“Estamos aqui para destacar a CMPC e tê-la como grande exemplo para tantos outros negócios e empreendedores, para que possam se espelhar nessa história”, disse Leite. “Por isso, trabalhamos para criar condições de reforçar o sentimento de satisfação de estar no Estado e nutrir o desejo de ampliar investimentos, garantindo competitividade, com redução do custo logístico, do custo tributário e da burocracia. Encaminhamos as privatizações nos setores energético e de gás, as concessões de estradas e hidrovias e um moderno código ambiental, que garanta o desenvolvimento com sustentabilidade”, acrescentou.

Fundada no ano de 1920, a CMPC (Compañia Manufacturera de Papeles y Cartones) iniciou suas operações no Brasil em 2009, quando adquiriu a Unidade Guaíba da Aracruz Celulose, originando assim, a CMPC. A fábrica de Guaíba opera com capacidade anual de 1,86 milhão toneladas de celulose, além de 60 mil toneladas de papel.

Desde que chegou ao município, a CMPC gera milhares de empregos e movimenta a economia de Guaíba e do RS ao estimular a compra de insumos para a produção de celulose com fornecedores locais. A empresa gaúcha gera cerca de 6,6 mil empregos diretos e quase 40 mil indiretos. Tem 914 hortos florestais em 62 municípios e 136 mil hectares de área preservada. Desde 2009, investiu R$ 12 bilhões e contribuiu com R$ 1,64 bilhão em impostos no RS.

Em todo o planeta, está presente em oito países, com 44 plantas industriais e 17 mil colaboradores. O faturamento em 2018 foi de R$ 22,8 bilhões.

Investimentos

A CMPC iniciou a ampliação do seu sistema de drenagem pluvial na planta de Guaíba, com um investimento de R$ 100 milhões ao longo de dois anos. A obra prevê a construção de um grande reservatório e três poços de bombeamento com sistemas de monitoramento da qualidade da água da chuva. Com este empreendimento, a estimativa é gerar 200 empregos diretos e mais 400 indiretos durante a realização dos serviços. A conclusão está prevista para o segundo semestre de 2020.

Além de Leite, o governo foi representado no evento pelo vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, pelo secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, e pelos secretários Ruy Irigaray (Desenvolvimento e Turismo), Claudio Gastal (Governança e Gestão Estratégica), Artur Lemos (Meio Ambiente e Infraestrutura), Bruno Vanuzzi (Parcerias), Beatriz Araujo (Cultura) e pelo superintendente dos Portos, Fernando Estima.

Fonte: Governo do RS

 
Voltar