BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
20/08/2019
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Iufro vai reunir palestrantes de importância global na área de pesquisa florestal

Palestrantes de importância global na área florestal vão marcar presença no XXV Congresso Mundial da União Internacional de Organizações de Pesquisa Florestal (IUFRO). Nas sessões plenárias, cientistas, pesquisadores, professores, estudantes e profissionais do setor florestal vão participar de discussões em questões propostas pelos cinco temas do evento. Cada um desses encontros terá, pelo menos, dois convidados.
Os debates ocorrerão todos os dias, exceto na quinta-feira, quando os participantes do congresso farão visitas técnicas a áreas de interesse florestal próximas a Curitiba. 


Segundo Yeda Maria Malheiros de Oliveira, pesquisadora da Embrapa Florestas e vice-presidente do Comitê Organizador, a escolha dos palestrantes levou em conta a experiência e o ponto de vista de cada um deles. “Buscou-se pessoas com uma perspectiva mais científica e, complementarmente, outras com uma visão mais humanista ou com abordagem mais prática, de uso da ciência na vida real”, explica.
Ainda de acordo com Yeda, os convidados são pessoas de destaque no cenário regional ou mundial. “Convidamos pessoas de vários continentes, tanto a homens como mulheres, para uma maior riqueza, em termos de pontos de vista e experiências”, diz.

O IUFRO2019 é organizado no Brasil pela Embrapa e pelo Serviço Florestal Brasileiro. O evento ocorrerá entre os dias 29 de setembro e 5 de outubro, em Curitiba. Essa será a primeira vez que o Congresso ocorre na América Latina. As informações completas de cada palestrante podem ser acessadas em: http://iufro2019.com/pb/palestrantes-convidados/.

Confira abaixo a programação e os convidados para cada sessão plenária:
Segunda (30/9)
A primeira sessão plenária terá formato de diálogo, com um moderador, um keynote speaker e painelistas discutindo “O papel das florestas, dos produtos florestais e dos serviços florestais em um clima em mudança”.

Os debates serão moderados pelo consultor, ex-CEO da WWF Áustria e ex-diretor de Políticas para o Programa de Florestas e Mudanças Climáticas da WWF Internacional, Gerald Steindlegger. O keynote speaker da sessão será Werner Kurz, cientista sênior do Serviço Florestal Canadense. Os três painelistas convidados são Jochen Flasbarth, Secretário de Estado do Ministério do Meio Ambiente da Alemanha; Josefina Braña Varela, do Programa de Florestas e Clima da WWF International; eThaís Linhares-Juvenal, líder em Economia e Governança Florestal do Departamento de Florestas da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Terça (1/10)
Com o tema “Biodiversidade, Serviços Ecossistêmicos e Invasões Biológicas”, a sessão plenária vai explorar questões como: os impactos e a eficácia de diferentes práticas de manejo florestal sobre biodiversidade em áreas protegidas e o manejo comunitário, além de sistemas agroflorestais.

Björn Hånell, professor com mais de 40 anos de experiência de pesquisa e ensino na Universidade Sueca de Ciências Agrícolas, será o moderador da sessão. Os palestrantes serão Suzanne Simard, professora de ecologia florestal na Universidade da Columbia Britânica e Ivonne Higuero, secretária geral da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (Cites) e economista ambiental.

Quarta (2/10)
No terceiro dia, a sessão plenária vai abordar o assunto “Florestas e Pessoas”. Entre as abordagens estarão o bem-estar humano e a qualidade de vida relacionados aos bens econômicos e sociais e serviços ambientais fornecidos pelas florestas, tanto para as populações urbanas como rurais.

O convidado para conduzir os debates é o líder do programa de Pesquisa para Questões Científicas Internacionais (e próximo Presidente da IUFRO), John Parrotta. Purabi Bose, antropóloga e especialista em políticas de uso de áreas florestais, e Maria Chiara Pastore Stefano Boeri, diretora de Pesquisa da empresa Stefano Boeri Architetti e professora Associada do Politécnico de Milão, vão discutir o tema.

Sexta (4/10)
“Florestas e Produtos Florestais para um Futuro mais Verde” será o tema da sessão plenária no penúltimo dia. As questões discutidas vão incluir assuntos como tendências na demanda por produtos florestais tradicionais e inovadores, bens e serviços ecossistêmicos; aumento do uso de madeira na construção civil e outros usos.

A moderadora da sessão será a professora de Política Florestal e Ambiental na Universidade de Freiburg Daniela Kleinschmit. Os debates ficarão por conta do Diretor do Programa de Pesquisa do Grupo Consultivo em Pesquisa Agrícola Internacional sobre Florestas, Árvores e Agroflorestas – CGIAR, Vincent Gitz, e do diretor de Tecnologia Industrial, Inovação, Sustentabilidade e Negócio Celulose da Klabin, Francisco Razzolini.

Sábado (5/10)
As “Interações entre Florestas, Solos e Água” vão nortear as apresentações da última sessão plenária do Congresso. Questões como o consumo de água em plantios florestais em comparação com outros usos da terra, governança e arranjos institucionais relacionados ao manejo de bacias hidrográficas florestadas estão entre as que serão discutidas.

O professor, cientista-chefe em ecologia florestal e vice-presidente da Academia Chinesa de Silvicultura, Shirong Liu, moderará a sessão. Meine van Noordwijk, professor de Agrofloresta na Universidade de Wageningen (Holanda) e Dipak Gyawali, acadêmico da Academia de Ciência e Tecnologia do Nepal serão os debatedores.

 

Texto:
Washington Luiz (0010430/DF)
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
imprensa@agricultura.gov.br

Colaboração:
Katia Pichelli (MTb 3594/PR)
Embrapa Florestas
florestas.imprensa@embrapa.br

 
Voltar