BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
03/06/2022
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Projeto que retira a silvicultura das atividades poluidoras dá entrada na Comissão de Meio Ambiente da Câmara

O PL 1366/2022 (antigo PLS 214/2015), que exclui a silvicultura do rol de atividades potencialmente poluidoras, deverá passar pelo crivo das comissões de Meio Ambiente e de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. 

Leuck em audiencia em Brasilia

O projeto, classificado pela Ibá como de alta prioridade, deu entrada na Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados, onde aguardava distribuição a um relator. Os comitês de Associações Estaduais e de Relações Governamentais estudaram os membros da comissão e deram sugestões de deputados para serem engajados. Após uma semana intensa de articulações e com o apoio essencial de Diogo Leuck, presidente da Câmara Setorial de Florestas Plantadas e presidente do Conselho Deliberativo da AGEFLOR, o deputado Covatti Filho (PP/RS), atual presidente da comissão, optou por tomar a relatoria para si e apoiar o setor na busca pela aprovação do projeto. O parlamentar também se colocou à disposição para agendar reuniões e sanar as principais dúvidas para a elaboração do relatório. 

Leuck na FPA

O presidente do Conselho Deliberativo da AGEFLOR, Diogo Leuck, na ida a Brasília, representou a entidade na noite de terça-feira, 31, de evento da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), em celebração do aniversário de 10 anos da aprovação do Código Florestal Brasileiro. O evento contou com a presença de parlamentares, autoridades ligadas ao setor agropecuário e representantes das entidades setoriais.

O presidente do Instituto Pensar Agropecuária (IPA), Nilson Leitão, relembrou o processo de criação e aprovação da matéria, agradecendo aos parlamentares que trabalharam na ocasião e aqueles que, hoje em dia, lutam pela sua aplicação. A solenidade contou ainda com a premiação das maiores personalidades do agro. A ex-ministra da Agricultura e deputada federal, Tereza Cristina, recebeu o prêmio Moacir Micheletto de Personalidade do Ano; Pedro Rebelo, representando seu pai, Aldo Rebelo, relator do Código Florestal na Comissão Mista do Congresso Nacional, recebeu o prêmio de Atuação Política; o deputado federal e presidente da FPA, Sérgio Souza (MDB/PR), foi premiado como Parlamentar Destaque. Também foram premiados a engenheira Mariângela Hungria, na categoria Academia, e os jornalistas Iuri Pitta, Rafael Walendorff e Paulo Saad, na categoria Imprensa.

 
Voltar