BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
08/05/2019
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Instalada Frente Parlamentar da Silvicultura na Assembleia Legislativa

Instalada Frente Parlamentar da Silvicultura na Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa instalou, no início da tarde de segunda-feira (6), a Frente Parlamentar da Silvicultura, em ato conjunto com a instalação das Frentes da Erva-mate, da Vitivinicultura/Fruticultura, e do Milho. A cerimônia, que deu posse ao deputado Elton Weber (PSB) como presidente das quatro frentes, ocorreu no Espaço da Convergência, do Palácio Farroupilha. Com exceção da Frente Parlamentar em Defesa do Milho, as demais existiam na legislatura anterior. O parlamentar do PSB anunciou que cada Frente terá, além do presidente, mais dois deputados na coordenação. Na frente em defesa da Silvicultura, somam-se os deputados Fábio Branco (MDB) e Frederico Antunes (PP).

Instalada Frente Parlamentar da Silvicultura na Assembleia Legislativa. Foto: Divulgação/Gabinete do Deputado Elton Weber/ALRS
Em sua fala, Weber explicou que o objetivo é colaborar de forma prática para o desenvolvimento econômico dos segmentos, auxiliando na construção de políticas públicas que permitam a estes setores sustentabilidade e competitividade. O deputado acrescentou que todas as Frentes foram criadas a partir da demanda de agricultores, cooperativas e indústrias. “Seremos um elo de apoio, no Parlamento, dos segmentos tão importantes para o setor primário do RS, para o desenvolvimento econômico e social, para a sucessão rural e para a manutenção de pessoas nas mais diversas atividades agrícolas”, declarou.

Representantes das cadeias produtivas enumeraram dificuldades como burocracia, baixa competitividade, falta de políticas de incentivo e atraso no repasse de recursos. O presidente das quatro frentes prometeu priorizar estas questões. “O ritmo e intensidade das frentes dependerá só de nós. Pelo que vimos hoje, temos muito trabalho. Não serão coisas que terão resultado rápido, mas se não começarmos agora em cinco anos estaremos no mesmo lugar”, disse Weber.

Instalada Frente Parlamentar da Silvicultura na Assembleia Legislativa. Foto: Celso Bender/ALRS
Representando o setor florestal, o presidente da Ageflor, Diogo Leuck, expôs que portarias e resoluções burocráticas causam estagnação na área plantada, de 940 mil hectares no Rio Grande do Sul, prejudicando um setor importantíssimo, que responde por 6,4% do PIB gaúcho e gera 379 mil empregos diretos e indiretos. “Nós que já formos pioneiros hoje estamos atrás de estados como Bahia, São Paulo e Paraná”, alerta Leuck.

Confira apresentação feita por Diogo Leuck da Ageflor na solenidade de instalação da Frente Parlamentar da Silvicultura na Assembleia Legislativa do RS

Também se manifestaram os deputados Frederico Antunes, Edson Brum, Fábio Branco e Franciane Bayer; o presidente da Emater, Geraldo Sandri; o presidente do Sindimadeira-RS Serafim Quissini; Luis Fernando Cavalheiro, assessor técnico do Sistema Farsul; o secretário-geral da Fetag-RS, Pedrinho Signori; o presidente do Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate), Alberto Tomelero; o ex-secretário da Agricultura Odacir Klein, representando os segmentos da produção de proteína animal; o vice-presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Márcio Ferrari e o presidente da Fecoagro, Paulo Pires.

Instalada Frente Parlamentar da Silvicultura na Assembleia Legislativa. Foto: Divulgação/Gabinete do Deputado Elton Weber/ALRS
Participaram da solenidade também o Sinpasul Walter Rudi Christmann, o presidente da Sociedade de Agronomia do Rio Grande Sul (SARGS) Ivo Lessa, o secretário estadual de Obras e Habitação, José Luiz Stédile; o diretor administrativo da Emater, Vanderlan Vasconcelos; o secretário da Afubra, Romeu Schneider; o diretor executivo da Asgav, Eduardo dos Santos; representantes do Ministério da Agricultura, Seapi/RS, BRDE, AGEF – Associação Gaúcha de Engenheiros Florestais, SOSEF (Sociedade Santamariense dos Engenheiros Florestais), Embrapa Uva/Vinho, de universidades e Institutos Federais de Educação, cooperativas e sindicatos setoriais.


Com informações da Agência de Notícias ALRS e fotos de Celso Bender/ALRS

 
Voltar