BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
03/06/2019
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Encontro Técnico sobre controle e monitoramento da vespa-da-madeira é realizado em em São Francisco de Paula/RS

Ageflor2019VespaSFP032b

A Ageflor, em conjunto com o Sindimadeira-RS e a Embrapa Florestas, promoveu na última quinta-feira,30 de maio, Encontro Técnico sobre controle e monitoramento da vespa-da-madeira. O evento aconteceu na Rauber Madeiras, empresa do Sr. Décio Rauber, em São Francisco de Paula/RS. Oportunizando a interação entre os presentes, ao meio-dia foi servido um churrasco com acompanhamentos – não podendo faltar o pinhão, típico da região nesta época do ano. Foram mais de 40 participantes da atividade que contou com palestra técnica e demonstração do preparo do inóculo, instalação de árvores-armadilha, aplicação do nematoide, avaliação de parasitismo, aplicação das amostragens sequencial e sistemática, realizados pelos pesquisadores da Embrapa Florestas Susete Penteado e Ivan Jorge da Silva.

Confira apresentação feita pela Embrapa Florestas sobre a Vespa-da-Madeira

Veja vídeo da cobertura do evento em na Rauber Madeiras em São Francisco de Paula/RS

Veja vídeo da Embrapa Florestas sobre a vespa-da-madeira

Os representantes das empresas associadas da Ageflor, produtores florestais e outros profissionais da região também tiveram a oportunidade de discutir o tema do Cadastro Florestal Estadual e Taxas ao Fundeflor com o secretário executivo do Fundo, o Engenheiro Agrônomo Fabricio Ribeiro Azolin, do Departamento de Defesa Agropecuária da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural.

A vespa-da-madeira (Sirex noctilio) ataca plantios de pinus, quando as fêmeas, além dos ovos, introduzem na árvore uma mucossecreção e um fungo que são tóxicos à planta, causando a sua morte. O monitoramento é realizado pela instalação de árvores-armadilha e também pela utilização das amostragens sequencial e sistemática.

Já o controle biológico é feito com o uso de um nematoide, principal inimigo natural da vespa, inoculado no tronco de árvores atacadas. Ele parasita as larvas da vespa e se instala no aparelho reprodutor. A fêmea parasitada ao emergir faz posturas em outras árvores mas seus ovos estarão inférteis e contém centenas de nematoides.

Deste modo, a própria vespa, durante a postura, auxilia na dispersão do nematoide para outras árvores. Os nematoides são criados no laboratório da Embrapa Florestas em Colombo (PR) e distribuídos via Ageflor e o Funcema (Fundo Nacional de Controle de Pragas Florestais). Estavam presentes na ocasião o vice-presidente da Ageflor para a cadeia do Pinus, Daniel Chies, bem como o diretor-executivo Jorge Heineck.

Na ocasião, Chies e Heineck agradeceram pela presença dos participantes, também a Embrapa Florestas e Sindimadeira pela parceria e à Rauber Madeiras pela hospitalidade. Evento em formato similar deve se repetir em outras regiões do estado.

 
Voltar