BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
17/09/2019
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Confira como foi a Lignum Latin America

Foto: Divulgação/APRE

Encerrou na última sexta, 13 de setembro, Lignum Latin America, feira da cadeia produtiva da madeira no Expo Barigui em Curitiba/PR. A feira aconteceu paralela à III Semana Internacional da Madeira, com cinco eventos técnicos no Campus da Indústria da FIEP. A AGEFLOR esteve representada por seu diretor-executivo Jorge Heineck e expondo no estande da ASBR – Associação Sul Brasileira de Empresas Florestais, juntamente com a ACR e a APRE, num espaço em que destacou os plantios florestais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Na feira também estavam expondo nossas associadas ArborGen, Jimo e Timber Forest, além de ter recebido a visita de executivos e profissionais de diversos associados.

Autoridades na LignumAutoridades prestigiaram a solenidade de abertura, na quarta-feira (11), como o diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, o vice-governador do Paraná, Darci Piana; o superintendente executivo da Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (ABIMCI), Paulo Pupo; o chefe geral da Embrapa Florestas, Edson Iede; e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina, Odelir Battistella.

Apre do Paraná, representada por seu presidente, Álvaro Scheffer Junior, e o diretor executivo da Associação, Ailson Loper

Apre do Paraná, representada por seu presidente, Álvaro Scheffer Junior, e o diretor executivo da Associação, Ailson Loper

ACR de Santa Catarina, representada pelo  diretor-executivo Mauro Murara Jr. e o presidente Alex Wellington dos Santos

ACR de Santa Catarina, representada pelo diretor-executivo Mauro Murara Jr. e o presidente da entidade vizinha Alex Wellington dos Santos

Junto da Ageflor estavam no espaço da ASBR a Apre do Paraná, representada por seu presidente, Álvaro Scheffer Junior, e o diretor executivo da Associação, Ailson Loper, bem como a ACR de Santa Catarina, representada pelo presidente Alex Wellington dos Santos, e o diretor-executivo Mauro Murara Jr. No estande foram recepcionados por Heineck associados da Ageflor, como da Arpel o diretor geral Fernando Estivallet Júnior e a diretora financeira Tatiana Souza Muller; Adriano Zaiats, da Ursa Florestal, e Augusto Simon da Tanac/Tanagro. 

Fernando Estivallet Júnior, diretor geral da Arpel, juntamente de Tatiana Souza Muller, diretora financeira da empresa, em visita ao estande da ASBR.

Fernando Estivallet Júnior, diretor geral da Arpel, juntamente de Tatiana Souza Muller, diretora financeira da empresa, em visita ao estande da ASBR.

Adriano Zaiats, da Ursa Florestal, em visita ao estande da ASBR.

Adriano Zaiats, da Ursa Florestal, em visita ao estande da ASBR.

WhatsApp Image 2019-09-13 at 10.07.57 (1)

WhatsApp Image 2019-09-12 at 17.36.08

WhatsApp Image 2019-09-13 at 10.12.06

O diretor-executivo da Ageflor também prestigiou os espaços dos associados expositores. Na ArborGen, foi recebido pelo coordenador de Marketing Carlos Rogério França. A associada que desenvolve e produz mudas para a indústria de base florestal apresentou na Lignum novos materiais genéticos desenvolvidos internamente e outros através de parcerias. São materiais que estão tendo excelentes resultados, comprovados em campo, como de famílias de pinus da Argentina, a partir de uma parceria com uma empresa florestal do país vizinho.

WhatsApp Image 2019-09-13 at 10.07.55Já na Jimo Química o Diretor Técnico de P&D, Leonardo Augusto Linck, acompanhado de seus colegas de equipe técnica e comercial, apresentou soluções para banho da madeira recém serrada, como os fungicidas Jimo TBF e Jimo TBF Export 64, os dois a base de tribromofenol. Outro destaque foi o exclusivo Jimo Ecomofo, um produto à base de extrato vegetal, indicado para o uso em madeira verde, recém-serrada, que possui ação eficaz contra os fungos que atacam e desvalorizam a madeira.

WhatsApp Image 2019-09-13 at 10.12.05

WhatsApp Image 2019-09-13 at 10.11.59Para prevenir contra o ataque de cupins e brocas a empresa tem o Jimo Cupinox Gel, produto aplicado em colas utilizadas na indústria de móveis, compensados, laminados, aglomerados e outros; e tem certificação da Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente.

WhatsApp Image 2019-09-12 at 17.36.07Alex de Bitencourt Gomes, coordenador da Filial Guaíba RS da Rodoparaná/Timber Forest, recepcionou o diretor-executivo da AGEFLOR na área externa da Lignum. A Timber é representante das marcas Ponsse e Sany para a região Sul e expôs a nova escavadeira para uso florestal nas configurações harvester e log loader. Uma equipada com cabeçote harvester modelo Ponsse H8 HD e outra com garra florestal. A SY155H foi utilizada para demonstrar funcionando um picador florestal durante as dinâmicas.

70321925_2412879335636615_2893687881572810752_n

70691886_2412885495635999_6783088038651101184_n

70695662_2412885592302656_1436809277980278784_nJá no estande, em parceria com a Ponsse, os visitantes encontraram a linha de cabeçotes harvesters da marca finlandesa. Outra novidade da Timber Forest é que durante a Lignum foi anunciada que a associada foi nomeada distribuidora autorizada da Terex Latin America para os estados do Sul, além do estado de São Paulo. As máquinas de alta performance com tecnologia europeia passam a fazer parte do portfólio nos setores de manipulação e processamento de madeira, compreendidos nas marcas Fuchs e CBI. O mesmo manipulador produzido e comercializado pela Fuchs na Europa agora pode ser oferecido com o acompanhamento e pós-venda oferecido pela Timber.

71475364_2470334859669651_1194726113515929600_oTambém estava na Lignum a Volvo Construction Equipment e com ela seu distribuidor Linck Máquinas, esta associada da Ageflor, expondo em seu estande alguns dos seus equipamentos e serviços desenvolvidos para o setor florestal. Os visitantes puderam ver equipamentos como uma pá-carregadeira L60F e uma escavadeira EC220DL- F, desenvolvida especialmente para o setor florestal. Ela se destaca principalmente pela grande eficiência e versatilidade em trabalhos de colheita de madeira. É um equipamento ideal para quem precisa de agilidade, tecnologia, robustez e baixo consumo de combustível.

70556179_2412885665635982_8188038962921603072_nA máquina vem ajustada para trabalhar com o modo ECO, que contribui para melhorar em até 5% a eficiência no consumo de combustível, sem perder produtividade. Acoplada a uma garra na aplicação de carregamento de toras, a escavadeira pode usar o modo de trabalho G2 e, assim, ser mais econômica. Esta escavadeira pode operar também com cabeçote processador nas operações de colheita com alto desempenho e produtividade.

 
Voltar