BibliotecaEventosNotícias da AgeFlorNotícias do Mercado
24/03/2020
Por AGEFLOR
Compartilhar esta notícia
Carta Aberta: Indústria Brasileira de Árvores é essencial ao enfrentamento da COVID19

A pandemia do novo coronavírus já se estendeu por todo o Brasil. A gravidade desse momento exige que todos estejamos conscientes e com atitudes necessárias para minimizar o impacto dessa crise e seus desdobramentos sociais e econômicos.

A indústria de base florestal, seguindo as orientações dos órgãos de saúde, tem investido na prevenção do avanço da COVID19 em suas áreas, de modo a cuidar da saúde de seus colaboradores. O setor vem seguindo rigidamente os protocolos de segurança. A orientação da Ibá é essa, cuidarmos um dos outros.

Os produtos dessa indústria são essenciais para enfrentar os desafios atuais impostos pela pandemia da COVID19. Com atuação em mais de 1000 municípios e fábricas e áreas florestais espalhadas em quase todos os Estados brasileiros, o setor é fonte de mais de 5 mil produtos, alguns deles fundamentais para o dia a dia de todos, inclusive para proteger os profissionais de saúde.

Em hospitais, a celulose e a celulose solúvel são matérias-primas de máscaras cirúrgicas, vestimentas, colchões, entre outros. Papéis de imprimir e escrever são importantes para receituários, formulários etc. Até em equipamentos médicos que usam aço, o setor está presente com o carvão vegetal.

Seguimos trabalhando para não faltar produtos de cuidados pessoais nas casas dos brasileiros, como papel higiênico, fraldas infantis e geriátricas, lenços umedecidos, papel toalha, detergente, entre outros.

As embalagens ganham destaque, garantindo que itens essenciais como alimentos, remédios e produtos de limpeza cheguem até as residências. As caixinhas do tradicional longa vida dão segurança e durabilidade para alimentos essenciais, como leite, suco e até feijão. Sem as embalagens de papel nada chega até você, inclusive pelo delivery, como sacos de papel que transportam sua comida, ou pelas compras online nas caixas de papelão.   

Este é um setor que não pode parar.

Pessoalmente, agradeço profundamente e presto minha homenagem aos profissionais que estão mantendo essa produção em curso, ajudando o País a enfrentar a crise.  Em nome da Indústria Brasileira de Árvores, quero agradecer a cada um que tem feito sua parte para dar conforto e segurança a todos os brasileiros neste momento tão difícil.  Também agradeço aos profissionais que estão criando o ambiente saudável para que os colaboradores tenham segurança para continuar trabalhando. Juntos por esta batalha, lutaremos para que nossos produtos não faltem onde forem necessários. O setor está aqui por todos os brasileiros. Cada um fazendo a sua parte, todos cuidando de todos.

Paulo Hartung
Economista, presidente-executivo Ibá (Indústria Brasileira de Árvores), membro do conselho do Todos Pela Educação, ex-governador do Estado do Espírito Santo (2003-2010/2015-2018)

 
Voltar